Home / Comportamento / Prefeitura de Cruzeiro do Oeste-PR e incendiada e Polícia prende suspeito
Clique e Saiba mais

Prefeitura de Cruzeiro do Oeste-PR e incendiada e Polícia prende suspeito

Rafael Fernando Cirino, de 23 anos, é acusado de ter incendiado o Paço Municipal / Foto: Polícia Civil

Foi preso na tarde de ontem segunda-feira (10) o suspeito de ter incendiado a Prefeitura de Cruzeiro do Oeste. O crime foi praticado na noite de domingo (9). O fogo foi ateado na sala de Contabilidade, onde estavam documentos.

Na manhã desta segunda o delegado de Cruzeiro do Oeste, Gabriel Menezes, informou que já tinha uma imagem do criminoso e sua equipe trabalhava na identificação do jovem, que aparentemente tinha entre 20 e 30 anos.

Após às 15h foi detido Rafael Fernando Cirino, de 23 anos. De acordo com o delegado, ele confessou o crime, “dizendo inicialmente que fez a ação a mando de Deus, mas durante o interrogatório comentou que não poderia revelar quem pediu para que praticasse o crime por medo de represálias”.

Segundo Menezes, Rafael está sendo autuado em flagrante pelo crime de incêndio. As investigações continuam para identificar quem eventualmente teria contratado o jovem para praticar o crime, “já que há fortes indícios de que a ação tenha como objetivo a destruição de documentos da Prefeitura que possam levar a futuras responsabilizações”, disse o delegado.

Imagens de câmera de monitoramento do próprio Paço Municipal foram utilizadas para identificar o suspeito. A perícia apontou que o incêndio foi criminoso.

Prejuízo

Na manhã desta segunda, a prefeita Helena Bertocco fez uma avaliação dos prejuízos. Ela disse que cerca de 70% dos documentos que estavam na sala foram perdidos. Entre estes documentos estavam empenhos de pagamentos, protocolos solicitando compras de materiais, notas fiscais, entre outros.

Helena destacou que o prejuízo não foi maior porque o vigilante do Paço Municipal viu o fogo logo no princípio. Segundo a prefeita, grande parte dos documentos já estava digitalizada e o computador não chegou a ser atingido.

Helena não descarta que o incêndio tenha sido motivado por rixas políticas. “A câmera de monitoramento do prédio da Prefeitura mostra que um homem estourou vidro com uma pedra e jogou um coquetel Molotov [bomba incendiária] dentro da sala. Nós já levamos a situação ao conhecimento do Secretário de Segurança Pública do Paraná [Julio Cezar dos Reis] e solicitamos uma atenção redobrada, principalmente nesta semana que será bastante turbulenta para a política da cidade”, disse.

Fonte: O Bem Dito

Veja Também

Boletim médico afirma que Bolsonaro segue na UTI sem previsão de alta